Login  Recuperar
Password
  1 de Abril de 2020
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Google Plus Siga a nossa página Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Picasa Siga-nos no YouTube Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Alcobaça
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Paulo Inácio prescinde verbas do Pavilhão Multiusos e de outras infraestruturas, para combater CoronaVirus e apoiar economia local

A Câmara Municipal de Alcobaça criou um gabinete de crise para o acompanhamento da pandemia provocada pelo coronavírus – Covid-19.

24-03-2020 | Paulo Alexandre

No site oficial do Município, foi criada uma área de informação atualizada sobre os cuidados a ter e as ações governativas que estão a ser desenvolvidas tanto no plano nacional como municipal.
Entre as medidas tomadas para controlar o surto epidémico, Paulo Inácio declarou o encerramento ao público dos edifícios técnicos e administrativos da Câmara Municipal de Alcobaça, nomeadamente os Paços do Concelho, os Serviços Municipalizados, os serviços sociais instalados na Escola Adães Bermudes e o Parque de Negócios.
“O atendimento passa a ser limitado a situações urgentes e inadiáveis a avaliar caso a caso para efeitos de marcação de reunião”.
Ainda de acordo com o autarca, o Município de Alcobaça “conseguiu garantir a disponibilidade total e graciosa da Estalagem do Cruzeiro (em Aljubarrota), pertencente aos Serviços da Presidência do Conselho de Ministros, até ao dia 13 de abril, para descanso e retiro dos profissionais de saúde - médicos, enfermeiros e auxiliares - autoridades civis e equipas da proteção civil”.
Para além deste apoio, o Município de Alcobaça conseguiu obter material “importante ao nível de máscaras, batas, luvas e outras necessidades que serão entregues aos bombeiros e a outros membros da proteção civil local”.
Entretanto, entre as medidas de combate à epidemia, no seguimento das indicações da Direcção-Geral de Saúde, deu-se início ao plano de higienização das ruas do concelho, na passada sexta-feira, 20 de março, de forma a minimizar possíveis correntes de contágio do Novo Coronavírus, nomeadamente perto de farmácias, hipermercados e locais de maior afluência.
A reformulação dos centros de saúde e consequente distribuição do pessoal médico, outra das medidas abrangidas pelo Plano de combate à epidemia, levou ao encerramento dos Centros de saúde de Alfeizerão, Vimeiro, Évora de Alcobaça, Aljubarrota, Coz e Alpedriz, reforçando-se o pessoal médico na USF da Benedita, em Turquel, em São Martinho do Porto, na USF Pinhal do Rei (Pataias) e na USF Pedro e Inês (Alcobaça).
Para fazer face ao encerramento por tempo indeterminado de dezenas de negócios abrandamento de várias empresas, a Câmara anunciou que irá adotar medidas de apoio à economia local.
“Temos de começar também a preparar medidas de apoio à economia, sob pena desta catástrofe se prolongar por muito mais tempo, quer do ponto de vista da saúde quer do ponto de vista económico”, explica Paulo Inácio.
O autarca já comunicou aos colegas da OESTECIM a urgência de medidas articuladas visando as populações e empresas.
“Se a CCDR assim o entender, e o Governo também, o Município de Alcobaça prescinde perfeitamente das verbas que tem asseguradas para o Pavilhão Multiusos ou para outras infraestruturas, de forma a apoiar os concidadãos e as pequenas e médias empresas do nosso concelho, com o objetivo de manter os empregos tão necessários a todos nós. As pessoas são muito mais importantes do que qualquer equipamento. Julgo que o Governo deveria reforçar as verbas do Fundo Social Europeu para apoio às pessoas em detrimento das infraestruturas”.
Paulo Inácio esclarece que “não se oporá a esta solução, bem pelo contrário. Estamos inteiramente disponíveis para isso. Basta criar o diploma legislativo que o permita. Tenho a certeza que os meus colegas da OESTECIM partilham da minha opinião”.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Booking.com
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar

      Turismo de Coruche

      [Titulo] [Titulo]

      [Inserir descrição]

      [Titulo] [Titulo]

      [Inserir descrição]

      [Titulo] [Titulo]

      [Inserir descrição]

      [Titulo] [Titulo]

      [Inserir descrição]