Login  Recuperar
Password
  20 de Novembro de 2017
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Google Plus Siga a nossa página Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Picasa Siga-nos no YouTube Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Alcobaça
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Jovem atleta de rugby residente em Alfeizerão morre no início de treino

Bernardo Dourado, de 16 anos, dava a primeira volta de aquecimento na pista do complexo desportivo municipal das Caldas da Rainha, ainda o treino específico de rugby não tinha começado, quando de repente, durante a corrida, desmaiou e caiu inanimado. Um fisioterapeuta do Caldas Rugby Clube tentou recuperar os sinais vitais, assim como os bombeiros, que o transportaram ao hospital, onde prosseguiram, durante cerca de uma hora, as manobras de reanimação, sem sucesso, acabando por ser declarado o óbito.

21-02-2017 | Francisco Gomes

Nada fazia prever o que aconteceu, no passado dia 8, pouco depois das 19 horas porque o jovem atleta, residente em Alfeizerão, não tinha acusado nenhum problema e os exames médicos eram sempre positivos desde que está no clube, há vários anos.
“Cinco minutos depois de iniciar o aquecimento ainda não tinha tido uma carga física mais exigente. Ele fazia os exames médicos no início de cada época e não tínhamos nenhuma informação de historial clínico que pudesse prever uma coisa destas. Os pais também não sabem de nada”, revelou Eduardo Pecegueiro, presidente da coletividade na qual Bernardo Dourado jogava no escalão sub-18.
“Podia ter acontecido em qualquer lado mas vamos esperar pela autópsia para dissipar dúvidas”, adiantou o dirigente, que reconheceu que o clube “está devastado”. “Era um miúdo muito querido e sempre disponível para ajudar, inclusive para apitar jovens noutros escalões. Isto deitou-nos abaixo”, manifestou.
Bernardo Dourado jogava na equipa que disputava o campeonato nacional, e nos dois últimos encontros em que participou marcou dois ensaios.
Em comunicado, o Caldas Rugby Clube transmitiu a suspensão de todas as atividades desportivas até ao dia seguinte ao funeral, incluindo treinos e competições dos diversos escalões. A bandeira na sede da coletividade foi colocada a meia-haste.
A Federação Portuguesa de Rugby expressou o seu “mais profundo pesar” pelo falecimento de Bernardo Dourado. “Pelo seu enorme entusiasmo pela modalidade, a Federação presta-lhe a sua homenagem, apresentando à família, amigos e clube os seus sentidos pêsames”, comunicou a estrutura federativa, que fez observar, nas competições organizadas, um minuto de silêncio em memória do jovem.
Conhecido por “Benny” entre os amigos, Bernardo era um jovem sempre disponível para ajudar o clube, até para apitar jogos, o que o tornou merecedor de muitos elogios. Também era escuteiro, na secção Exploradores do agrupamento 869 de São Martinho do Porto, onde era bastante popular pelo seu espírito voluntarioso. Na escola que frequentava, o Colégio Rainha D. Leonor, nas Caldas da Rainha, os colegas receberam apoio psicológico.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Booking.com
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar

      Turismo de Coruche

      [Titulo] [Titulo]

      [Inserir descrição]

      [Titulo] [Titulo]

      [Inserir descrição]

      [Titulo] [Titulo]

      [Inserir descrição]

      [Titulo] [Titulo]

      [Inserir descrição]