Login  Recuperar
Password
  25 de Agosto de 2019
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Google Plus Siga a nossa página Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Picasa Siga-nos no YouTube Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Economia
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Inauguração da AAE Valado dos Frades no próximo verão

Executivo camarário visita unidades que iniciaram atividade no local Quatro empresas iniciaram o processo de instalação da sua atividade na AAE / ALE Valado dos Frades. Dos 34 lotes postos à venda pela Nazaré Qualifica, foram vendidos 28, estando em curso uma operação de alienação dos últimos terrenos loteados, cujas candidaturas poderão ser rececionadas até 28 de fevereiro na Câmara.

14-02-2019 | JL

O Município da Nazaré, promotor deste investimento na ordem dos 5.132.025,60€ (com comparticipação financeira da União Europeia/FEDER no valor de cerca de 1.7 milhões), estima concluir a infraestruturação do parque até junho (pormenores de embelezamento do local e pequenos alcatroamentos), apontando para meados de setembro a inauguração oficial de um equipamento estruturante das finanças locais, pela diversificação do tecido económico e empregabilidade proporcionados.
O executivo camarário realizou uma visita de trabalho às empresas recém-chegadas ao parque e confirmou a enorme satisfação dos investidores pela opção de compra dos lotes e escolha de Valado dos Frades para a expansão dos seus negócios.
À MD Plastics, a primeira a instalar-se no local (entidade dedicada aos moldes para a indústria automóvel), juntaram-se a ALITEC (um novo negócio que se instala pela primeira vez, tendo escolhido o concelho da Nazaré); a Jorge Vieira (uma deslocalização do centro da vila de Valado dos Frades para o parque de negócios); a Luís Silvério & Filhos (uma extensão da empresa sede instalada no Porto da Nazaré) e a ROTOM (uma deslocalização de Leiria para o concelho da Nazaré).
A visita iniciou-se pela ALITEC – alimentos tecnológicos, S.A., que se dedica à secagem e desidratação de frutos e produtos hortícolas.
A funcionar com 10 trabalhadores, residentes no concelho, a ALITEC admite aumentar o quadro de pessoal até às 25 pessoas num período de 2 anos e ampliar a área da fábrica, caso as necessidades de resposta cresçam, como é esperado.
Entre os próximos desafios, estão o desenvolvimento de novos produtos, com base no desenvolvimento de conhecimento e inovação de modo a “gerar diferenciação e criar valor. As organizações agrícolas com sucesso são as que procuram o conhecimento, a inovação e o investimento no produto”, disse Jorge Soares.
A empresa Jorge Vieira está prestes a iniciar a atividade no local, apontando a data de fundação (22 de março) como a mais provável para a abertura oficial de portas aos clientes.
A funcionar há 22 anos, num espaço que se tornou pequeno para as necessidades de crescimento, a Jorge Vieira abandona o centro da vila de Valado dos Frades para se instalar num dos lotes da AAE, criando 5 postos de trabalho, e com a perspetiva de aumentar a capacidade de resposta à procura por parte dos clientes da Região Oeste e de estender a ação a mais concelhos do distrito de Leiria.
“Os acessos são facilitadores da estratégia de crescimento, e a localização deste parque é espetacular”, diz o empresário deste negócio composto por armazém e loja de produtos para a agricultura e produtos fitofarmacêuticos, acrescentando que com estas novas condições irá, seguramente, “alargar o negócio e alcançar mais clientes, o que não foi possível mais cedo por falta de dimensão das antigas instalações”.
A nova unidade da Luis Silvério & filhos, empresa nazarena fundada em 1987 por Luis Silvério e Odília Silvério dedicada à comercialização de pescado fresco e congelado, representa um investimento de 15 milhões de euros em novas instalações e numa nova fase de crescimento da empresa.
30 funcionários, em formação, irão trabalhar nesta moderna unidade fabril, destinada à congelação e armazenamento de peixe de todo o mundo (proveniente do mercado nacional e Mauritânia, Marrocos, Senegal, Africa do Sul, Espanha, Noruega, Tanzânia e Uganda), e à secagem industrial de pescado (carapau) que iniciará funções em meados de julho.
A fábrica ocupa dois lotes da AAE, com uma área total de 33 mil metros quadrados, preenchidos com câmaras de congelação, armazenamento, estufas de secagem, posto médico e escritórios para a administração, e pretende, com o apoio das excelentes condições de trabalho e receção de fornecedores e clientes “proporcionar a continuação do crescimento da empresa e aumentar a área de negócios, ao nível da exportação, com a conquista de novos mercados”.
Quase em pleno funcionamento, a ROTOM uma multinacional holandesa com mais de 30 anos de história, no ramo dos equipamentos para logística (Paletes, Serviços e Equipamento logístico), veio de Leiria para se instalar em dois dos lotes da AAE de Valado dos Frades, onde dispõe do espaço que precisava para se expandir e crescer.
Com 26 trabalhadores (deverá crescer até aos 50), parte dos quais do concelho da Nazaré (outros vindos da unidade de Leiria, que será desativada), optou por instalar a sua sede no concelho da Nazaré, numa estrutura capacitada para dar resposta na hora para as próximas e décadas à sua bolsa de clientes (empresas nacionais dedicadas à exportação).
“Temos um espaço novo, moderno, numa localização estratégica e fantástica que nos permite concretizar as metas de crescimento, antes inviabilizadas pela falta de capacidade de expansão da unidade de Leiria, cujo espaço estava esgotado”, diz Miguel Correia, responsável pela ROTOM em Portugal.
No final dos encontros de trabalho com os empresários, Walter Chicharro, reafirmou que “sempre considerei estratégica a AAE, e hoje podemos confirmar o seu posicionamento estratégico, não só pela cada vez maior implantação de empresas, mas também pela diferenciação do tecido económico concelho, e criação de condições para que as empresas criem emprego”.
O sucesso desta operação conduziu ao estudo de futura expansão da AAE assim como ao investimento num parque de características semelhantes noutra freguesia do concelho.
“Estamos já a ponderar o seu alargamento e a identificar espaços para uma AAE / ALE na freguesia de Famalicão”, informou o Presidente da Câmara da Nazaré.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Booking.com
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar

      Turismo de Coruche

      [Titulo] [Titulo]

      [Inserir descrição]

      [Titulo] [Titulo]

      [Inserir descrição]

      [Titulo] [Titulo]

      [Inserir descrição]

      [Titulo] [Titulo]

      [Inserir descrição]